Explore a relação entre autismo e deficiência (PCD), entendendo como o Transtorno do Espectro Autista é enquadrado legalmente e quais são os direitos garantidos.

Autismo é PCD? Entenda mais sobre essa dúvida!

https://go.aff.upbet.com/mn8xxaub

O Transtorno do Espectro Autista como Deficiência

Explore a relação entre autismo e deficiência ( PCD ), entendendo como o Transtorno do Espectro Autista é enquadrado legalmente e quais são os direitos garantidos.

Há muitas dúvidas sobre a classificação do Transtorno do Espectro Autista (TEA) como uma deficiência, sendo ou não sendo considerado um PCD. Primeiramente, é fundamental entender que deficiência não é sinônimo de doença e, portanto, não é algo passível de cura.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a deficiência está relacionada a uma “anormalidade” ou perda de função fisiológica, psicológica ou anatômica, e pode ser única ou múltipla, abrangendo aspectos motores, físicos, auditivos, visuais, mentais e intelectuais.

Definições de Deficiência

As deficiências são classificadas em várias categorias:

  1. Deficiência Motora e/ou Física: Relacionada a disfunções motoras ou físicas, podendo ser congênita ou adquirida.
  2. Deficiência Auditiva: Refere-se à perda parcial ou total da capacidade auditiva.
  3. Deficiência Visual: Implica na redução ou perda da capacidade visual em ambos os olhos.
  4. Deficiência Mental e Intelectual: Caracterizada por problemas cerebrais que impactam o rendimento cognitivo.

Deficiência e Sociedade

A deficiência é vista como um impedimento de longa duração de natureza física, intelectual ou sensorial. Não é uma doença, mas uma parte da diversidade social. Pessoas com deficiência têm os mesmos direitos e deveres que as demais.

Autismo e sua Classificação

O autismo, conforme o termo “TEA” indica, é um transtorno global do desenvolvimento e não uma deficiência ou doença. Manifesta-se na primeira infância, com sintomas de dificuldade de comunicação e interação social. Alguns autistas podem ter deficiências, mas são comorbidades, não consequências diretas do TEA.

Legislação e Autismo

Legalmente, no entanto, a pessoa com autismo é considerada PCD conforme a Lei nº 12.764 de 27 de Dezembro de 2012. A lei define que a pessoa com TEA é aquela com deficiência persistente e clinicamente significativa da comunicação e interação sociais, além de padrões restritivos e repetitivos de comportamentos.

Assim, no contexto legislativo, pessoas com autismo são enquadradas como pessoas com deficiência, tendo garantidos todos os direitos legais correspondentes.

Conclusão

Enquanto o autismo é um transtorno e não uma deficiência em si, a legislação brasileira o considera como tal para efeitos legais. Isso assegura que indivíduos no espectro autista tenham acesso a direitos e proteções destinados às pessoas com deficiência.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *